Análise de “O Lado Bom da Vida”

O “Lado Bom da Vida” mostra a história de Pat Peoples (Bradley Cooper), um ex-professor de história com problemas psiquiátricos. A trama toda do filme é centrada na paixão obsessiva de Pat por sua ex-mulher, a Nikki. A maior parte do filme Pat tenta uma reaproximação com ela.

Nikki e Pat se divorciaram porque Nikki traiu seu marido com outro homem, o momento em que Pat se dá conta do adultério se torna muito traumático para ele, pois ele encontra sua ex-mulher e o amante tomando banho juntos.

O trauma de Pat foi tão grande que ele foi internado em uma clínica psiquiátrica e passou a esquecer muitos anos de sua vida.

No decorrer da trama ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), que assim como ele possui seus traumas. Tifanny teve seu marido morto por um motorista embriagado e como seu finado marido gostava muito de fazer sexo com ela, ela passou a transar com diversos desconhecidos para tentar superar o trauma.

Tiffany e Pat se aproximam muito com desenrolar da história, porém Pat continua obcecado por sua ex-mulher. Para tentar fazer com que ele a esqueça, Tiffany começa a trocar cartas com Pat fingindo ser Nikki. Ela começa a investigar e descobre alguns fatos dos anos que Pat não guardou na memória.

O filme sabe misturar bem cenas de comédia e drama, se diferenciando de outras comédias românticas, onde as histórias seguem praticamente o mesmo padrão.

O elenco também é excelente, nesse filme descobrimos o quanto a Jennifer Lawrence amadureceu como atriz, sem contar com a atuação sempre boa de Robert de Niro, que no filme faz o pai de Pat.

Além do elenco, a trilha sonora também é muito boa, principalmente na cena que Tiffany e Pat estão em um concurso de dança, onde são nos apresentadas excelente músicas, como “Fell In Love With a Girl” do White Stripes.

Em linhas gerais, o filme é muito bom e consegue nos apresentar uma história de amor que é fora dos padrões das histórias que a maioria de nós conhecemos.

Ficha Técnica

  • O Lado Bom da Vida
  • Silver Linings Playbook
  • EUA, 2012
  • Diretor: David O. Russell
  • Roteiro: baseado na obra de Matthew Quick, David O. Russell
  • Elenco: Alan Davis, Andrea Havens, Anupam Kher, Benjamin Kerr, Bonnie Aarons, Bradley Cooper, Brea Bee, Carol Anne Mueller, Charles Pendelton, Cheryl Williams, Chris Tucker, Chuck Rayner, Cindy Engle, Cody C. J. Greene, Dash Mihok, David Kneeream, Debra Efre, Dennis Jeantet, Erica Lynne Marszalek, Ian Jarrell, Jacki Weaver, Jade Froeder, Jae Greene, JaQuinley Kerr, Jason Mullen, Jen Weissenberg, Jeni Miller, Jennifer Lawrence, Jerry Perna, Jessica Czop, John G. England IV, John Ortiz, Julia Stiles, Kenny Shapiro, Kirk Kelly, Liam
  • 122 minutos
  • 14 anos
  • Paris Filmes

Nota: 8/10

11LAWRENCE1_SPAN-articleLarge

About these ads

2 thoughts on “Análise de “O Lado Bom da Vida”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s