Garota Exemplar

Garota Exemplar, filme de David Fincher, diretor do consagrado Clube da Luta e de outros sucessos, como Rede Social e Millenium – Os homens que não amavam as mulheres, fala sobre o desaparecimento de uma mulher chamada Amy Dunne no seu quinto aniversário de casamento. As suspeitas logo recaem sobre Nick Dune, personagem central da trama.

gone_a

É interessante como o longa consegue trazer diferentes abordagens ao longo da história, ora com a narração do ponto de vista de Amy, mostrando como era conflituosa a relação do casal e nos levando a crer que Nick é de fato um assassino, ora com o próprio ponto de vista do acusado, ressaltando a instabilidade mental de Amy e dando soluções alternativas a esse caso. O ponto forte desse recurso é que ele estimula o espectador a analisar entre as possíveis alternativas e tirar suas próprias conclusões sobre o desfecho.

Na obra, a imprensa tem um papel bastante sensacionalista, promovendo uma espetacularização do caso. Isso se torna bastante perceptível quando ela explora o comportamento de Nick diante do desaparecimento da mulher, que diferente do que é esperado de pessoas nessa situação, não há o menor sinal de luto, mas contantes sorrisos, como o que acontece durante a coletiva com os jornalistas.

15-another-gone-girl

Ben Affleck se sai bem no papel de Nick Dunne, dando um ar bastante extrovertido ao personagem. Com isso, ele compensa de certa forma as numerosas críticas a trabalhos anteriores, como Demolidor. E Rosamund Pike faz Amy Dunne de uma forma bem autêntica, nos mostrando de uma maneira brilhante sua instabilidade emocional.

Nota: 9,5/10

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s