Paramore – Discografia (2005-2017)

Antes de começar propriamente o texto deixo um disclaimer de que o que será exposto a seguir se trata única e exclusivamente de minhas experiências pessoais – perdão pelos seguidos pleonasmos – e que a análise pode parecer demasiado elogiosa em alguns pontos e omissa em outros.

Paramore é uma banda originada na cidade americana de Franklin, no Tennessee, atualmente composta pela vocalista Hayley Williams, pelo guitarrista Taylor York e pelo baterista Zac Farro.

O estilo dos álbuns da banda não é constante e sofreu variações, graduais diga-se de passagem, ao longo da existência do conjunto. No entanto, é possível agrupar os três primeiros produtos de Hayley & Co. na mesma categoria, “All We Know is Falling”, “Riot!” e “Brand New Eyes” seguem a linha rock alternativo puxado para o emo.

AWKF se distancia um pouco por seguir o conceito clássico original de emo, ou seja, música hardcore com letras emotivas. Esse estilo se deu entre o fim dos anos 90 e começo dos 2000 e os representantes são bandas como Death Cab For Cutie e Jimmy Eat World, esta última uma das principais influências musicais de Hayley Wiliams.

Enquanto o segundo e terceiro discos da banda seguem a vertente pop do emo, o qual fizeram parte Green Day, em uma das fases do grupo, e My Chemical Romance, conjunto já extinto.

O quarto e homônimo álbum do Paramore marca uma transição dos músicos de Franklin, a banda se distancia do rock alternativo que era o default deles e a influência do pop cresce. Em After Laughter, obra mais recente, esse processo de transmutação é concluído e a banda fica mais perto do indie pop de Two Door Cinema Club do que do rock alternativo de Jimmy Eat World.

Também contribui para as constantes mudanças de estilo o fato de que não há dois álbuns que a banda tenha a mesma formação, a única constante do primeiro até o quinto é Hayley como vocalista.

Nas próximas linhas comento de maneira geral sobre cada disco.

All We Know is Falling (2005)

Integrantes: 

Hayley Williams – vocais e teclado

Josh Farro – guitarra e vocais

*Jason Bynum – guitarra e vocais

Josh Henbree – baixo

(não continuaram na banda depois do primeiro álbum)*

Zac Farro – bateria

awkf

Como já explicado, All We Know is Falling é aquele emo clássico. Aqui há uma Hayley bastante jovem, com 16 anos, e que já mostrava um talento musical muito raro. Os irmãos Josh e Zac Farro também entregaram um excelente trabalho na guitarra e bateria respectivamente.

Há excelentes composições nesse disco de estreia, cuja responsabilidade é em maioria de Hayley, mas que também teve a participação de Josh e do Taylor York, que futuramente viria a ser membro da banda.

O destaque vai para as canções “Conspiracy”, primeira música feita pelo Paramore, “Never Let This Go”, “Here We Go Again” e “Brighter”. Elas conseguem transmitir de uma maneira bastante tocante uma melancolia gostosa de sentir

O crédito não é só das letras, mas também de todo o arranjo musical, que contribui para que o ouvinte sinta de verdade ao entrar em contato com essas faixas. A participação de Josh Farro nos vocais de apoio também é algo incrível, principalmente na faixa “Franklin”, uma pena que os álbuns seguintes não tenham aproveitado esse potencial dele.

Outros destaques: Emergency, Pressure e My Heart.

Riot! (2007)

Integrantes:

Hayley Williams, vocais e teclado

Josh Farro, guitarra

Jeremy Davis, baixo (já participou da banda, mas saiu antes do lançamento do primeiro álbum, voltou no Riot!)

Zac Farro, bateria

riot

Neste álbum o Paramore se consolida na cena mainstream, é dele que vem sucessos como “Crushcrushcrush”, “Misery Business” e “That’s What You Get”.

Por seguir uma característica comercial, há no Riot! um downgrade na qualidade da composição das músicas em relação ao disco de estreia. No segundo álbum, as letras das canções dão destaque para relações e problemas típicos da adolescência, “MizBiz” é um exemplo claro disso.

Apesar de mais raros, há também exemplos de composições mais profundas, como “Let The Flames Begin”e “Hallelujah”, que tratam sobre religiosidade, e “For A Pessimist I’m Pretty Optimistic”, que fala de uma forma original sobre persistência.

Outros destaques: Miracle, Born For This e When It Rains.

Brand New Eyes (2009)

Integrantes: 

Hayley Williams, vocais e teclado

*Josh Farro, guitarra

Zac Farro, bateria

(saem da banda após este álbum)*

Jeremy Davis, baixo

Taylor York, guitarra (após acompanhar a banda como substituto em algumas turnês, se torna membro efetivo a partir deste álbum)

R-1952482-1450266542-6688.jpeg

Junto com o Riot! este é o álbum que mais abusa da guitarra, a adição de Taylor York ao grupo aumenta bastante a qualidade da sonoridade.

As composições voltam a ser boas, há uma união da melhor característica do AWKF, as letras, com a melhor do Riot!, o arranjo da guitarra.

Destaque vai para “Looking Up”, “Where the Lines Overlap”, “Careful” e “Playing God” com ritmos agitados e letras que remetem as dificuldades internas vividas pela banda, visto que havia conflitos entre os colegas, principalmente Hayley e Josh, que já namoraram.

A melancolia de “Misguided Ghosts” chama bastante atenção neste trabalho. Ela possui uma das letras mais belas e também tristes que já ouvi, além do piano de Hayley servir como amplificador dessas características.

Outros destaques: The Only Exception, Turn It Off, Ignorance e Feeling Sorry.

Paramore (2013)

Integrantes:

Hayley Williams, vocais

Jeremy Davis, baixo (sai da banda após este álbum)

Taylor York, guitarra

paramore-179882

O período entre o Brand New Eyes e o álbum homônimo  – cinco anos – era até então o maior intervalo de tempo sem o Paramore produzir um disco. Depois desse tempo de hiato eles surgem como algo novo, flertam bem mais com a música pop e experimentam pela primeira vez influências indie.

Músicas como “Now” e “Still Into You” podiam muito bem ter sido feitas por divas pop como Katy Perry, assim como os interlúdios “Holiday”, “Movin’ On” e “I’m Not Angry Anymore” se assemelham com o indie pop.

Em entrevistas, Taylor, um dos compositores, declarou que ouvia bastante Alt-J durante a produção do homônimo, possivelmente isso se traduziu nos interlúdios presentes no disco.

“Part II” faz referências diretas a outras canções da banda, como Let The Flames Begin, do Riot!, e “Monster Outro”, canção não presente em álbuns e que a banda só apresenta ao vivo.

Ainda que mais raras, as guitarras dos dois álbuns anteriores não foram extintas, elas estão presentes em faixas como “Proof”, “Grow Up” e “Anklebiters”.

Outros destaques: Last Hope, Hate to See Your Heart Break e (One of Those) Crazy Girls.

After Laughter (2017)

Integrantes:

Hayley Williams, vocais e teclado

Taylor York, guitarra

Zac Farro, bateria (volta para banda depois de ter saído em 2010)

paramore-aftherlaughter

Esta é uma obra de duas faces, ao mesmo tempo que as melodias agitadas remetem a uma sensação de alegria, as letras apontam na direção inversa. Como indicam as declarações da própria Hayley, esse álbum é sobre dançar e se divertir enquanto o seu mundo interno está cheio de aflições e desesperos.

“No Friend” é a faixa mais outsider, ela é mais barulhenta, possui mais ruídos e talvez seja o trabalho mais experimental produzido pelo Paramore. Assim como em “Franklin”, do AWKF, a banda resolve explorar outro vocal além da Hayley Williams, no entanto a faixa do After Laughter inova por também ser a única que a Hayley não canta, apesar de ainda estar presente na composição.

Aaron Weiss, vocalista da banda MeWithoutYou, faz o vocais dessa música. Um aviso,  ela talvez não seja uma canção agradável de ouvir nas primeiras vezes, mas vale a persistência, já que seu valor se revela quando há uma maior familiaridade.

O resto do álbum segue mais ou menos a mesma linha, ritmo indie pop e letras depressivas. “Idle Worship” é a melhor do álbum, possui uma melodia contagiante, além da composição abordar expectativas e idolatria de uma maneira ao mesmo tempo que lúdica, profunda.

Outros destaques: “Hard Times”, “Rose Colored Boy”, “Fake Happy”, “26” e “Pool”.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s